MENSAGEM COMEMORATIVA DO ANIVERSÁRIO DA AEOB Espírito Mota Maia 22-03-2019)

Queridos irmãos da Casa de Pedro de Alcântara

Ainda envolvidos pelas maravilhas que ocorreram aqui no domingo passado, quando pudemos juntos comemorar o aniversário da nossa casa que pelo calendário terrestre, a data comemorativa seria o dia de hoje. Mas desde antes os amigos espirituais já estavam se preparando para que o acontecimento se transcorresse de uma maneira alegre e feliz, com muita harmonia, tendo a participação efetiva dos encarnados e desencarnados.

Quanto foi emocionante a participação de todos e a presença de tantos amigos que laboraram desde o início da fundação AEOB.

Todos aqui irmanados, comungando do mesmo ideal, tendo como lema: “Cristo, Amor e Caridade.”

A palestra do nosso irmão Cesar Reis nos levou a profundas meditações principalmente quando ele nos colocou os caminhos para que nós alcancemos o Reino dos Céus, transcorrendo sobre: a benevolência, a indulgência, o perdão - acima de tudo o amor: esse amor que o Cristo nos doou e nos doa sempre.

Jesus, nosso mestre, modelo e guia, que em nenhum momento nos desampara. Exemplo para todos nós, luz para nossas vidas e eterna confiança em nossos corações. Jesus, o Cristo de Deus, o Médium Divino, o meigo rabi da Galiléia.

Recordemos quando seus discípulos estavam com Jesus na barca e Jesus estava tranquilamente adormecido e uma tempestade se aproximou, ondas enormes faziam com que a barca balançasse, aterrorizando aqueles seus seguidores. E cada um deles tomado de pavor, observava o mestre adormecido e queriam que ele acordasse, para que passasse para eles aquela confiança, aquela fé que naquele momento lhes faltava.

O que é a barca para cada um de nós? O nosso planeta? O nosso país? A nossa instituição? A nossa vida? A nossa mente conturbada?

E às vezes nós sentimos balançando, as batidas das ondas ao vento mais forte, e a indecisão, uma insegurança, toma conta dos nossos corações, da nossa mente, dos nossos espíritos, mas não esqueçamos queridos irmãos, que Ele está no comando, Ele dirige esta barca, Ele é o Senhor dos nossos destinos, é o nosso governador planetário, aquele que zela, que protege, que ampara todas as ovelhas, até aquelas que se desgarraram do rebanho.

Quando Jesus na barca acorda, e acalma a tempestade, apazigua os corações, tranquiliza aqueles espíritos e lança a pergunta:

“ - Homens de pouca fé, aonde está a vossa fé?”

E nos momentos de tranquilidade, de desespero, de desânimo Ele continua nos perguntando: “Onde está a vossa fé? Porque Eu estou convosco, Eu não vos abandono, Eu sou o Bom Pastor e o Bom Pastor não abandona suas ovelhas.”

A tempestade amainada, os corações apaziguados, todos aqueles irmãos mais tranquilos, prontos para novos embates, para enfrentar novas tempestades, novos ventos, novas tormentas, assim somos nós, que a cada dia somos defrontados por obstáculos, mas armados com essa fé, com essa confiança no Poder Divino, estamos prontos para atravessar o mar tormentoso, sobrepujar as ondas mais violentas, e aguentar os ventos mais fortes, porque cada um de nós deve construir a sua casa, a sua casa mental, a sua casa espiritual sobre as pedras onde nem o vento, nem a tempestade podem derrubar.

Que as lições do querido Mestre, os seus exemplos, o seu amor a cada um de nós possa estar presente em todos os corações. E na comemoração de mais um aniversário da nossa Instituição, imaginem os espíritos que aqui participaram dessa obra grandiosa, o quanto tiveram que lutar, superar obstáculos para que nós estivéssemos aqui hoje, participando modestamente com nosso trabalho, nesta obra de grande amor, uma obra de caridade.

Associação Espírita Obreiros do Bem: muita força tem este nome; nos traz tantas recordações, recordações boas, positivas, de tudo aquilo que foi construído ao longo deste oitenta e seis anos.

Os atendimentos, as ajudas, os auxílios aqui prestados, e a oportunidade de trabalho para tantos e tantos irmãos, durante estes anos, que a casa nos proporciona esta oportunidade. E hoje, nós aqui presentes, participando desta reunião mediúnica, como nós lemos no livro de hoje, nós nos comprometemos com a causa - nós no mundo espiritual, oferecemos os nossos serviços, oferecemos os nossos braços, as nossas mentes e os nossos corações à causa do bem e do amor.

Associação Espírita Obreiros do Bem, instituição que nos abriga, que nos ampara, que nos protege. Imaginem se nós não pertencêssemos a esta instituição, o que estaríamos fazendo, o que seria de nós? Então essa nau tão segura tão firme, nos abriga e nos protege do mar revolto, das ondas gigantescas, do vento forte que nos açoita diariamente, mas aqui nós sabemos que somos abrigados. Aqui recolhemos forças, energias para enfrentarmos as batalhas diárias. Aqui doamos e recebemos, aqui servimos e somos servidos, ajudamos e somos ajudados.

Agradecemos também a oportunidade que nós temos, agradecemos a todos aqueles desencarnados que trabalham nesta instituição, aqueles que já trabalharam, que já estão em outras encarnações ou em outros trabalhos nas dimensões espirituais, mas sempre com o coração voltado aqui para a Casa de Pedro de Alcântara, porque aqui plantamos, semeamos e colhemos o bem e o amor.

Todos nós, agradecidos, por fazermos parte desta grande falange de trabalhadores da Obreiros do Bem, vamos pedir a Jesus que continue nos amparando, protegendo, conduzindo a nossa nau e a Pedro de Alcântara o nosso querido protetor, mentor, patrono, que esteja conosco.

Foi tão importante a sua presença, querido mentor no domingo, como está sendo hoje, sempre, trazendo para nós a felicidade desse convívio, a alegria dessa convivência, com a sua sabedoria, com o seu conhecimento, com o seu amor com a sua dedicação a essa casa e a outras coirmãs. O seu espírito nos envolve, nos abraça e nos guia.

Obrigado, querido mentor Pedro de Alcântara, e todos aqueles amigos que estiveram conosco no domingo, Espíritos tão queridos e muitos estiveram aqui, abrilhantando e iluminando este evento.

Quando o nosso querido expositor Cesar Reis, citou Chico Xavier, ele na sua irradiação fluídica esteve aqui presente entre nós, mais uma vez compartilhando com Pedro de Alcântara esse momento inesquecível e não podemos esquecer que Pedro de Alcântara psicografou “Aos Obreiros do Bem” por intermédio de Chico Xavier.

Então agradecidos, emocionados, sensibilizados por tudo que recebemos nessa casa, a nossa eterna gratidão pelas oportunidades que temos de aqui servir.

Queridos irmãos, abracem com muita dedicação, afinco responsabilidade este trabalho te que está sendo oferecido a cada um de vocês, não deixem que passe esta oportunidade porque todos nós temos este compromisso assumido na espiritualidade de trabalhar nesta obra de tanto amor, de tanta caridade e de tanto bem.

Que muitos e muitos anos ainda, essa casa possa continuar servindo, ajudando, apoiando, amparando, assistindo aos amigos encarnados e desencarnados que aqui vêm em busca deste socorro e desse auxílio.

Que esta casa possa permanecer sempre aberta aos necessitados de todos os planos desta existência.

Com minha gratidão eterna por aqui servir, pelas oportunidades que nos são dadas por Pedro de Alcântara, despeço-me, agradecido, queridos irmãos da Casa de Pedro de Alcântara.

Mota Maia (22-03-2019)

Endereço: Rua Santa Alexandrina, nº 667/695 - Rio Comprido/RJ - CEP : 20261-235
Telefones : (21) 3293-2400 e (21) 2273-3366
Telefax : (21) 2273-8142

CNPJ: 33.657.222/0001-30
e-mail : This email address is being protected from spambots. You need JavaScript enabled to view it.