Princial \ Psicografias \ Prece Libertadora - 22/09/2017
Prece Libertadora - 22/09/2017 PDF Imprimir E-mail
Seg, 15 de Janeiro de 2018 18:57

PRECE LIBERTADORA  (Psicografia  22-09-2017)

Graças a Deus, como agradeço a ajuda recebida aqui, pois eu era uma mendiga que necessitava de migalhas de Amor, de caridade, de compreensão, de apoio para que saísse da imensa crise que se abateu sobre mim.

Espírito tão endividado, fui durante muito tempo, presa de Espíritos que me utilizaram de várias maneiras, sem que eu tivesse forças para sair de seus domínios. Com o passar do tempo, uma energia nova se apossou de mim, e resolvi lutar contra os meus opressores, dar um basta nesta situação que me prejudicou durante anos, situação que, tenho consciência disso, teve a minha participação e colaboração.

No momento que resolvi me libertar, mais me senti oprimida e torturada por eles, mas resolvi mudar de atitude, me transformar, fugir e começar nova etapa de vida. Como era difícil esta libertação! Então lembrei que, além de minha determinação, precisava de ajuda e proteção. A partir deste momento orei, orei com fervor, pedi a Jesus e Maria, sua mãe, que me auxiliassem. Enquanto orava, meus algozes riam e me torturavam. Debochavam e ironizavam. Mas comecei a sentir que algo de maravilhoso estava acontecendo, pois não sentia dores. O ambiente foi tomado por aroma de rosas e jasmins, e tudo foi envolvido por uma claridade, que além de desfazer as trevas, trazia uma serenidade e paralisava meus perseguidores - que foram como que aprisionados pelas luzes - e eu pude ser retirada daquele local de tanta dor e amparada por braços que me proporcionaram tanta segurança.

Fui trazida para aqui, e após ser medicada e higienizada, receber passes, fizeram-me adormecer para que eu me tranquilizasse e para que o tratamento pudesse se processar sem que a aflição e a agitação que eu trazia prejudicasse este tratamento. Quantos enfermos estavam alojados aqui para que fossem mergulhados no sono reparador.

Quanto tempo dormi, quanto tempo recebi este tratamento não sei, só me lembro que ao acordar, senti que a partir daquele despertar eu conseguiria, com ajuda daqueles médicos e enfermeiros, ter condições de melhorar meu estado físico (perispiritual), mental e espiritual. Isto exigiu muito tempo de tratamento, mas graças ao carinho e atenção dispensados por todos desta Casa, pude aos poucos ir me equilibrando e me tornando receptiva aos novos conhecimentos e às novas orientações que seriam proveitosas para meu refazimento.

Hoje, quando olho meu passado, vejo quanto tempo desperdiçado e mal empregado! O que me restou de noites de loucuras, de prazeres fáceis, desventuras.

Graças a Deus fui atendida e auxiliada, hoje oro por todos que me perseguiram, aprisionaram, e pretendo, se for possível, retornar à Terra numa nova existência para resgatar e reparar erros que me fizeram cair tão profundamente. Tenho a certeza que terei muitas dificuldades, mas que se eu tiver fé, determinação, vontade, saberei tudo suportar para me fazer digna da ajuda aqui recebida.

Obrigada a todos desta casa de Pedro de Alcântara tão querida. Meu refúgio, salvação e meu lar.

 


Graças a Deus.

 
Associação Espírita Obreiros do Bem, Powered by Joomla! and designed by SiteGround web hosting