Princial \ Psicografias \ UM MÉDIUM EM REEQUILÍBRIO (08-12-2017)
UM MÉDIUM EM REEQUILÍBRIO (08-12-2017) PDF Imprimir E-mail
Ter, 01 de Maio de 2018 23:49

UM MÉDIUM EM REEQUILÍBRIO (08-12-2017)

Que noite de luz!

Que noite iluminada estamos vivenciando aqui hoje.

Mais um ciclo de Estudos se encerra, e quanto aprendemos!

Durante todo o estudo do livro “Diretrizes de Segurança” aqui estivemos ao lado de vocês, estudando, comentando, nos esclarecendo. Como é importante o estudo em grupo. Os comentários, as ilustrações, os ensinamentos, as colocações, as experiências e a integração, o companheirismo, a amizade.

Na minha existência anterior fui médium espírita e - meus irmãos - menosprezei esta oportunidade. Não era assíduo, carregava muitas dúvidas, usei mal minha mediunidade (ou não usei) e não gostava de estudar. Achava que tinha mediunidade e isto bastava. Como estava enganado e só muito tardiamente percebi isto!

Quantas oportunidades desperdiçadas, meu Deus! Tive tudo o que poderia almejar, deixando-me confortável para exercer a mediunidade de uma maneira plena.

Tive boa situação financeira, bons amigos, uma família unida, e minha casa espírita que me acolheu. Mas não valorizei estas oportunidades e, devido ao meu comportamento equivocado, fui gradativamente me afastando, perdendo estas graças que me foram ofertadas. Tudo escapava devido ao meu desleixo, descuido, desrespeito, desvalorização. Muito tarde tive esta percepção de perda, de não saber aproveitar e não utilizar meus recursos para meu progresso espiritual. Aos poucos as perdas foram se acentuando, os afastamentos foram maiores e vi-me então naquele abandono que eu mesmo preparei para mim.

Ao desencarnar, tive momentos de desespero, de intranquilidade, de aflição. Fui cercado por espíritos que riam, ironizavam e debocharam de mim. A minha queda foi enorme. Fui durante muito tempo, perseguido, torturado, maltratado. Como sofri! Até que depois de tanto sofrimento - alucinado, dementado – pude pela Graça Divina ser acolhido, e tive um longo processo de reajuste, de refazimento. Não sei quanto tempo durou. Mas quando me senti melhor, após longo tempo, pude aos poucos ir me reequilibrando, até que, liberado para participar de estudos sobre a mediunidade nas quais eu teria condições de aprender e reconhecer onde errei e preparar-me para repará-los.

E aqui estou, estudando com vocês, agradecendo sempre a Deus e a Pedro de Alcântara por esta oportunidade. E como me sinto bem participando destes estudos. Espero que na próxima encarnação possa aplicar tudo que estou aprendendo, sendo esclarecido, e que possa utilizar a minha mediunidade em prol dos meus semelhantes da Doutrina que eu abracei e que me abraça em prol de mim mesma, pois só fazendo o bem poderei construir dias melhores para meu Espírito tão sofrido; sofrimento este, tenho consciência disto, causado pelos meus atos, atitudes.

Estarei sempre orando por vocês para que possam continuar cumprindo esta missão que lhes foi outorgada e que vocês continuem auxiliando, instruindo e amando a Espíritos tão necessitados como eu.

Obrigado por tudo, e que Deus os ampare, proteja sempre.

Um médium em reequilíbrio.

 
Associação Espírita Obreiros do Bem, Powered by Joomla! and designed by SiteGround web hosting