Princial \ Psicografias \ OBREIROS DO BEM TRABALHADORES NOS DOIS PLANOS (Espírito Mota Maia) 23-11-2018
OBREIROS DO BEM TRABALHADORES NOS DOIS PLANOS (Espírito Mota Maia) 23-11-2018 PDF Imprimir E-mail
Seg, 14 de Janeiro de 2019 20:08

OBREIROS DO BEM TRABALHADORES NOS DOIS PLANOS (Espírito Mota Maia) 23-11-2018

Queridos amigos da Casa de Pedro de Alcântara,

Mais uma noite, quando estamos aqui irmanados com o mesmo propósito de servir, de estudar, de nos esclarecer, proporcionando a todos aqui presentes esta oportunidade rara de estar aprendendo um pouco mais sobre a importância da mediunidade, mediunidade que todos vocês tem, uns mais ostensivamente outros menos, mas a mediunidade de vocês está sendo usada em todos os instantes dessa reunião para envolver, socorrer, auxiliar os amigos necessitados desencarnados que aqui estão presentes.

Vocês já sabem da importância do estudo, da importância de compartilhar estes estudos com nossos irmãos que também aqui do plano espiritual estão estudando as mesmas matérias que vocês.

Sabemos da importância do estudo dos Domínios da Mediunidade para os médiuns, para os não médiuns e para todos aqueles espíritas que querem conhecer a verdadeira doutrina, a importância destes conhecimentos.

Nós aqui estamos, nestes momentos, nos congratulando e agradecendo a vocês por nos proporcionar estes momentos tão importantes para todos nós dos dois lados desta existência.

Nesta noite estamos recebendo a presença de inúmeros irmãos desencarnados que aqui comparecem com o corpo que sofreram muitas mutilações; as energias que vocês distribuem, juntamente com as energias da natureza - como sempre temos dito - e as energias dos amigos espirituais fazem com que estes perispíritos mutilados, deformados, sejam reconstituídos. Isso não quer dizer que esses irmãos terão alta na sua situação de enfermos, mas preparamos para que possam ser acolhidos em outros ambientes onde podem ser convenientemente tratados.

Vejam a importância de um grupo mediúnico unido, coeso, com o mesmo pensamento, pensamento de servir, de fazer o bem.

Congratulamos também a espiritualidade que dirige esta casa porque ela em todos os momentos soube bem conduzir espiritualmente essas reuniões, trazendo para todos nós aquele conforto, aquele alívio, de pertencermos a uma instituição onde todos caminham juntos, unidos em direção ao bem e ao amor.

Nos sentimos felizes por mais esta reunião, e quanto a vocês, permaneçam nessa ambiência de paz, de tranquilidade, de amor, de carinho, de confraternização, de solidariedade e aquele velho ditado que sempre diziam nossos avós:

-“Água mole em pedra dura, tanto bate até que fura”

E vocês com estas oportunidades que estão tendo, com estes estudos que estão tendo, vocês estão se preparando com certeza, estão sendo municiados com tantas informações que seria muito mais fácil vocês fazerem transformações exigidas. Mas sabemos que toda transformação exige de cada um de nós a vontade; e como vocês estudaram, não existem arrastamentos irresistíveis, não existem situações que não podemos sair delas.

Por isso, queridos irmãos, com um pouco de boa vontade, conseguiremos superar os obstáculos que possam interpor a nossa caminhada.

Nessa noite, também recebemos a presença, a visita de amigos de outras casas que aqui vêm colaborar, participar nessa noite de tanto trabalho, de tanta atividade.

O nosso salão está repleto de amigos necessitados que estão sendo nesse momento envolvidos, assistidos, e muitos já estão sendo direcionados para outras situações de atendimento.

São tantos e tantos fatores que envolvem esses tratamentos, que se nós fossemos descrevê-los, citá-los, levaríamos muito tempo, e com certeza o tempo se esgotaria.

Mas para vocês terem uma ideia, além da recomposição perispiritual, além dessa recomposição dessas mutilações, espíritos dementados aqui comparecem também e estão nesse momento recebendo os passes magnéticos desses amigos espirituais.

Estamos recebendo também a visita de suicidas que estão sendo nesse momento tratados, direcionados, e também de amigos que há muito e muito tempo vinham sendo perseguidores tenazes de outros amigos que aqui estão comparecendo. Este trabalho está sendo efetuado por amigos de outras instituições que tem essa qualificação para assim proceder.

Nessa noite então nós fizemos esta comunhão de várias e várias instituições para tratar na nossa casa todos e todos irmãos que foram trazidos nessa noite de muito e muito atendimento fraterno.

Agradecemos mais uma vez, a dedicação, o carinho, o comprometimento, a responsabilidade de cada um de vocês que está proporcionando a todos nós esta noite de tanta integração, de tanta assistência e de tanto auxílio.

Nós nos sentimos assim emocionados pela presença de queridos amigos que aqui compareceram na noite de hoje, médicos como nós e outros e outros amigos de outras e outras especialidades que aqui estão colaborando neste tratamento efetuado.

Gostaríamos de agradecer sempre a Pedro de Alcântara a oportunidade, a abertura de portas para todos nós, e nos sentimos felizes em participar da casa de Pedro de Alcântara, que tanto bem traz a todos nós que aqui acorremos; àqueles que aqui estudam, àqueles que aqui trabalham, e àqueles que aqui são auxiliados.

Agradecemos mais uma vez, a dedicação, o carinho e o comprometimento de cada um de vocês que aqui trabalham para o bem comum.

Que a Casa de Pedro de Alcântara possa a cada dia estar mais receptiva, de braços abertos, de corações também abertos, para receber tantos e tantos irmãos que aqui acorrem nesses momentos de tanta necessidade do nosso planeta, de tanta necessidade do nosso país, de tanta necessidade do nosso estado.

Que o bem possa prevalecer, mas para que isso ocorra, depende da boa vontade, da dedicação de cada um de nós.

Muita paz, queridos irmãos da Casa de Pedro de Alcântara, de seu irmão emocionado,

Mota Maia

 
Associação Espírita Obreiros do Bem, Powered by Joomla! and designed by SiteGround web hosting