Princial \ Psicografias \ EQUILÍBRIO, FÉ E PERSEVERANÇA ( psicografia Pai Velho Antonio de Aruanda 22-11-2019)
EQUILÍBRIO, FÉ E PERSEVERANÇA ( psicografia Pai Velho Antonio de Aruanda 22-11-2019) PDF Imprimir E-mail
Dom, 12 de Abril de 2020 14:52

EQUILÍBRIO, FÉ E PERSEVERANÇA ( psicografia Pai Velho Antonio de Aruanda 22-11-2019)

Filhos queridos do meu coração,

Quando Jesus, nosso mestre tão amado nos enunciou Vigiai e Orai, a fim de não te acontecer coisa pior, ou a fim de não cairdes em tentação, nos recomendava equilíbrio na fé e perseverança no bem. Somente com atitude vigilante no nosso dia-a-dia conseguiremos a nossa realização interior.

A recomendação é que sejamos tolerantes, indulgentes, com as faltas de nossos amigos de jornada, mas temos que utilizar em nós mesmos a tolerância e a indulgência; não fiquem remoendo, ruminando sobre erros ou acontecimentos no qual não destes bem, nem fiquemos recordando acontecimentos que nos trouxeram mágoas, rancor, ressentimentos.

Não te detenhas devido a malogros ou insucessos que possam ter ocorrido em tua trajetória, mas sabemos que estas situações, quando bem suportadas, nos colocarão em patamares superiores.

Não lastimes, nem te rendas a melancolia, ou tristezas. Deixem que elas passem por vocês sem fazerem morada em vossos corações.

Todos nós somos discípulos da vida em incessante movimento. Nossa destinação é alcançarmos a nossa felicidade, que só é concedida àqueles que triunfaram sobre si mesmos.

Quando vocês se deprimirem ou se angustiarem, com certeza estarão detendo a sua marcha.

E sejam quais forem as dificuldades, apreensões, obstáculos que te envolvam, mantenham a vigilância, orem e assim manterão a sua paz; tudo que fizerem, façam em paz.

Quando te maltratarem, humilharem, maldizerem, mesmo assim é importante que a paz impere em seu espírito, para que possam ultrapassar tudo isto com serenidade.

Lembrem que em todos os momentos, Jesus mantém-se em paz.

Vamos conservar assim a nossa tranquilidade, pois se estamos tranquilos e serenos, espalhamos, irradiamos e distribuímos aquilo que temos. E estaremos assim colaborando com nosso bem estar e colaborando com o bem de todos.

Que meus filhos queridos não se deixem envolver pela onda de pessimismo, de aflições que nos cercam, pois mantendo nossa vigilância, não nos envolveremos, nem compartilharemos dos momentos angustiosos que querem nos impor.

Não nos esqueçamos que somos filhos de Deus, cujo Amor preenche toda nossa criação, nos atingindo nas nossas mais íntimas fibras, nos tornando assim plenos e repletos de confiança para continuarmos e seguirmos em frente.

Se os maledicentes, os maliciosos, invejosos, os ciumentos, tentarem deter sua proposta renovadora, sua luta em busca do bem, lembre sempre de Jesus e orai e vigiai, e munidos na fé inabalável que conquistamos, sigamos rumo à vitória de nós mesmos.

Em nenhum momento se sintam desamparados, solitários, abandonados, pois nosso Pai, Deus de Amor, nunca desampara seus filhos. E existem inúmeras maneiras de sermos auxiliados, nunca nos faltam os Ananias amigos, e talvez não percebamos a imensa ajuda que nos é proporcionada a cada instante. Meditem sobre isso, reflitam sobre vossas vidas e verão que o auxílio sempre está conosco, mesmo quando não o percebemos, mas temos que fazer a nossa parte. Ação, trabalho, caridade, fraternidade, Amor ao Próximo.

Fiquem em Paz, Filhos Queridos do Meu coração,

Pai Velho Antonio de Aruanda

 
Associação Espírita Obreiros do Bem, Powered by Joomla! and designed by SiteGround web hosting